12 de setembro de 2015

Mais uma raridade do Pe Leonel Franca

Pe. Leonel Franca, S.J.
livro de 1979 - 130 págs


Exercícios Espirituais do Padre Leonel Franca
Dois motivos principais fomentavam o desejo de ver publicados os Exercícios Espirituais do Pe.  Franca: o segredo de santidade desse homem tão culto, ao mesmo tempo tão simples; e a luz da vida que transmitiam suas palavras aos outros.
Este volume satisfaz estas aspirações. O livro apresenta as notas do Retiro do Pe. Franca por períodos cronológicos: tempo de formação, noviciado, curso de letras, filosofia, magistério, Teologia, terceira provação, vida de sacerdote e ministérios.
Essas notas consistem em reflexões, afetos, propósitos que o Pe. Franca desenvolvia enquanto meditava e depois escrevia, para os ler pessoalmente mais tarde, recordando e renovando o que sentira nossas horas de graça. O comentador teve o cuidado de introduzir cada período, esclarecendo o leitor com traços da vida da Companhia de Jesus e da biografia do Pe. Leonel Franca.
Além deste rico material, este volume consta de uma Apresentação feita pelo Pe. Armando Cardoso, S. J., de um Prefácio elaborado pelo Pe. César Dainese, S. J., de uma Introdução do Pe. Pedro A. Mala, S. J., na qual ele faz um síntese e uma explicação dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio e, por último, do uma série de Textos que escrevera o Pe. Franca para dar os Exercícios a outras pessoas.
Naturalmente, as notas pessoais se apresentam com o seu caráter íntimo, de alguém que escreve para si próprio e não para a divulgação. Nelas ficam de manifesto as lutas mais íntimas, a pobreza e fraqueza humanas, sempre superadas pela graça do Espírito. Neste sentido, devem ser lidas e também assim elas poderão ser um retrato da nossa própria existência e ao mesmo tempo um testemunha do triunfo da graça de Deus.

~ * ~

ÍNDICE
PE. LEONEL FRANCA, S . J
PREFÁCIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
1 . OS EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS NO TEMPO DE FORMAÇÃO: NOVICIADO
2. OS EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS NO TEMPO DO CURSO DE  LETRAS
3. O TEMPO DA FILOSOFIA
4 . EXERCÍCIOS NO TEMPO DO MAGISTÉRIO
5. EXERCÍCIOS NO TEMPO DA TEOLOGIA
6 . TERMINA A FORMAÇAO: 3a PROVAÇAO
7 . VIDA DE SACERDÓCIO E MINISTÉRIOS
TEXTOS
LÉXICO


__________
OBS.: Agradecemos ao leitor que fez com que esta obra pudesse ser aqui divulgada! Que Nossa Senhora interceda por ele e por todos nós!

4 de setembro de 2015

Do Santo Educador... Leituras Católicas No. 596

Nos Guia à Pureza
Sacerdote Vicente Sinistrero
Livro de 1949 - 157 págs


Dom Bosco é o autor destas páginas...
Ninguém ignora como D. Bosco haja sido uma das mais queridas figuras de Santo Educador, desses que arrebataram os séculos cristãos suscitando por toda a parte um amor profundo, graças à paternidade solícita com que conquistava os jovens fazendo-os filhos carinhosos.
Uma das mais arrebatadoras inclinações desse espírito tão divinamente comunicativo era sem dúvida a de manifestar aos seus filhos, todos os intentos e todas as vicissitudes da própria existência com um candor infantil e sublime que transformava as suas íntimas confidencias numa fonte de sugestivas elevações.
Bem o compreenderam seus filhos desde os primeiros anos de convivência e por isso não vacilaram em anotar com terno cuidado os místicos tesouros que fluíam dessa perfumada intimidade.
É a filial premura dos primeiros salesianos que somos devedores dos muitos milhares de páginas que contém o pensamento genuíno do Santo. Nestas páginas oferecemos um ramalhete desses tesouros a respeito de um assunto que a D. Bosco era tão querido como a própria alma. Apresentamo-los à reflexão daqueles que se sentem atraídos pela nostalgia do Infinito.
Note-se que embora os pensamentos e as palavras sejam realmente de D. Bosco, a roupagem é daqueles que escreviam tudo o que ouviam do Santo Educador, sem o pesadelo da forma literária mas com a veemente intenção de assimilar e difundir o vital alimento que neles encontramos.
Nestas páginas encontraremos portanto viva e palpitante a alma de D. Bosco. Ninguém no entanto espere vir procurar aqui D. Bosco escritor.
Começando a admirar com a mais comovida fantasia essas visões fulgurantes de Anjos e de Virgens que como lírios palpitantes trescalam na presença do Esposo Celeste o perfume capitoso da sua ardente espiritualidade, fugindo da menor mancha que seja, sentimo-nos atraídos pela alma angélica de D. Bosco que fazia brilhar tais visões aos olhos cintilantes dos filhos e que hoje nelas nos apascenta, inefavelmente arrebatado em eterna contemplação.
Revivemos então suas cuidadosas admoestações e nos mergulhamos na onda dos seus conselhos sentindo bem que Ele mesmo palpita em cada palavra sua e que por este meio nos encoraja e nos ergue ao Céu que conquistou, Céu limitado pelo amor e pela luz.
Ele que viu em sonho as milhares de almas que subiam ao Céu com Ele e mediante Ele, mergulhado em júbilo embriagador impregne quem ler estas suas Palavras naquela misteriosa atração com a qual lutaremos pela posse da Luz cheia de Amor onde com seu espírito sublimado em Deus, D. Bosco vive, exulta e canta por todos os séculos.
Alassio, 31 de janeiro de 1939
Dia da entrada de D. Bosco no Céu
Sacerdote Vicente Sinistrero


Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo