4 de julho de 2015

Vida Cristã e Vida Cotidiana

Giblet - Hausherr
Thils - Truhlar
Livro de 1968 - 288 págs


PREFÁCIO
"Vida cristã" e "vida cotidiana", parece ser o tema principal deste livro. De bom grado esperamos, em imaginação, as grandes contingências da vida para sermos corajosos e heróicos; deixamos passar, como que desprovidas de interesse, as mil circunstâncias diárias e banais que escondem humildes, porém importantes deveres. Temos que aprender a fazer o "grande" com as coisas pequeninas; fazer de nossa vida uma comunhão contínua com Deus, através dos acontecimentos sem história, através do cotidiano.

A vida cristã se escreve em prosa, não em versos; é composta pelo ramerrão de nossas ocupações habituais. Mas devemos lembrar-nos que existe uma vontade de Deus oculta no âmago dos acontecimentos mais simples, e que Sua mão guia e conduz todas as coisas através do que chamamos "uma série de circunstâncias". Raros são aqueles que acolhem a vontade de Deus escondida nas parcelas do tempo presente, como nos fragmentos da hóstia; que sabem conhecer e adorar uma vontade divina presente, totalmente presente, em cada minúcia. Comungar com Deus, em toda a vida, significa, que o olhar da fé nos conduz além das aparências e nos descobre Deus no cotidiano banal.
Discípulos de Jesus, somos todos encarregados de criar luz e irradiar em torno de nós, alegria e calor. Para isso, porém, é preciso imaginação. Ninguém no mundo nos traçará um caminho pré-fabricado. Tão somente poderão indicar-nos a direção e incitarem- -nos a seguir até o fim o mandamento divino: "Amarás ao próximo com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças". Uma vez desperta a atenção, existem inúmeros pequeninos "nadas" aos quais basta simplesmente pensar. "Há um mundo de virtudes amáveis", escreveu alguém, mas tão discretas que escapam aos olhos. A caridade é feita de tato, percebe os desejos dos outros, a expectativa de cada um. Lembremo-nos do primeiro milagre de Jesus, em Caná. Nasceu de um gesto de Nossa Senhora que adivinhou uma aflição. Se nos deixarmos invadir por essa caridade inventiva, veremos produzir-se uma transformação em volta de nós. A caridade é uma força revolucionária. "O que os outros esperam de nós, é o que Deus espera", escreveu Bernanos.
As atitudes, ao mesmo tempo simples e grandes que acabamos de evocar, repousam em fundamentos doutrinais firmes e garantidos: união da oração e da vida, interpenetração da caridade e da ação, perfeição e presença ao mundo. Os Escritos inspirados, os Padres, a Teologia oferecem-nos a substância e as riquezas dessa doutrina. Ao recordá-la, em toda a sua amplidão e profundeza, os autores deste trabalho ajudarão, consideravelmente, a todos os membros do povo de Deus, a fazer de sua "vida cotidiana" uma "vida cristã" autêntica e fecunda.
L. J. CARD. SUENENS
~ * ~
ÍNDICE
Prefácio de S. Ema o cardeal Suenens
Introdução
Perfeição cristã e ação no mundo, segundo S. Paulo
S. Lyonnet, S. J.
Vida cotidiana afetiva nas primeiras comunidades cristãs
C. Spicq, O.P.
Oração ativa de Jesus e da Igreja
J. Giblet
A vida cotidiana vivida como culto e sacrifício espiritual
P. Van Bergen
A oração contínua do cristão
I. Hausherr, S. J.
Caridade em ação
K. V. Truhlar, S. J.
"Aggiomamento" da espiritualidade cristã?
G. Thils
A perfeição da caridade é a atividade econômica e social
J. M. Díez Alegria, S. J.
O laicato, arauto da Escatologia
K. V. Truhlar, S. J.

5 comentários:

vinicios moura disse...

Li há pouco tempo os livros do Padre Andre Beltrami e Monsenhor Segur sobre o inferno e venho tentando realizar minha primeira confissão e dar prosseguimento a uma vida religiosa. Porém não sei como proceder para fazer a confissão, falar com o Padre, se ele vai me atender. Poderia me aconselhar?

Prof. Francisco Castro disse...

Procure uma paroquia com dia e hora marcada para confissões. Fica mais fácil.

Jean Gomes disse...

Reze a Deus e peça a intercessão de Nossa Senhora para pegar um confessor piedoso.

Anote os seus pecados, depois do exame de consciência para não esquecer.

Procure uma paróquia e veja os dias e horários de confissão.

Se na paróquia tiver confessionário (o que deveria ser o certo), veja se têm uma luz acessa vermelha no confessionário, se tiver, isso significa que o padre está no confessionário esperando, é só chegar, se ajoelhar e confessar.

Senão, procure o padre no dia de confissão e.diga que quer se confessar.

Resistência Católica disse...

Link quebrado.

A_Católica disse...

Salve Maria!

Agradeço o aviso e informo que o link foi retificado!
Aproveito para pedir-lhe que reze por este apostolado! Agradecemos,

Saudações!

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo