19 de fevereiro de 2014

Os Efeitos da TV no Aproveitamento Escolar

Livreto de 1993 - 32 págs


Seus filhos ou seus alunos são dos que assistem quatro, cinco ou até seis horas de TV por dia?
Cuidado!
Psicólogos, médicos, estudiosos, especialistas afirmam: a TV atual tende a formar homens padronizados, sem profundidade mental, sem personalidade definida, sem princípios, sem convicções, sem fibra.
Uns robôs, incapazes de resolver ou enfrentar os problemas da vida, por estarem postos num mundo irreal e de fantasia por estímulo de inúmeros programas de TV.
Previna-os contra isto! Foi para o ajudar a orientá-los que publicamos esta monografia.
O Amanhã de Nossos Filhos

INTRODUÇÃO

A televisão — tal como existe hoje — exerce uma ação formadora ou deformadora junto aos escolares?
É esta uma pergunta polêmica, que tem sido objeto de numerosos artigos, debates, simpósios e entrevistas.
Mas pouca divulgação se fez entre nós das conclusões a que chegaram a esse respeito psicólogos, cientistas, médicos, professores e pedagogos, especialistas nessa matéria.
Esta lacuna, pretende contribuir para preenche-la O Amanhã de Nossos Filhos, com a publicação do presente fascículo.
Temos certeza de que as revelações aqui contidas poderão ser úteis a pais e mestres. Mas também aos alunos que, envolvidos
pelo fascínio da televisão, podem não perceber "certas coisas" que se passam dentro de si mesmos. E muitas vezes nem eles, nem seus pais, nem seus professores sabem explicar o porquê delas.



PERDA DO HÁBITO DA LEITURA
Esse fenecimento da linguagem tem implicações com a perda do hábito de leitura, uma das principais fontes de um bom vocabulário.
 Mary Winn estuda a importância desse hábito na formação das crianças e mostra como ele é quebrado pela TV. O comentário é transcrito do interessante artigo TV drogue ou a droga TV, publicado na revista "Rainha" (Julho/91), de Porto Alegre:
 "A televisão também pode esclerosar a atividade e o desenvolvimento mental da criança, se tomar o lugar da leitura.
 "A partir da história que leu, ela cria em sua mente em desenvolvimento um determinado personagem. Seu espírito se ativa, procurando as características humanas no personagem idealizado. Tais experiências — tão necessárias às atividades da imaginação infantil — não acontecem, em absoluto, na televisão, que fornece as imagens realizadas.
 "Hoje em dia, por causa da televisão, crianças e adultos leem muito pouco. Claro, é mais fácil ficar vendo as imagens coloridas falando, dançando, fazendo suas proezas. E quando lêem, mostram-se preguiçosas, pois a televisão não lhes dá a oportunidade e mostra que não há necessidade de que se concentrem tanto, se tudo é mais fácil no vídeo.
 "No entanto, a leitura, encarece Mary Winn, é um imprescindível instrumento de desenvolvimento pessoal e de liberdade de expressão e pensamento, enquanto a televisão transforma a criança em escravo de um horário e, mais do que isto, de um mundo imaginário, para não dizer irreal, que nada tem a ver com a autêntica realidade do mundo infantil"

~ * ~

ÍNDICE

Introdução
TV: uma "escola", mas de quê?
TV e sua influência no universo infantil
Ritmo natural do desenvolvimento de uma criança
A força das primeiras impressões
A pedagogia sempre respeitou os ritmos normais da mente infantil
O desenvolvimento natural do aluno facilita a tarefa do professor
Os ritmos da TV e a demolição da psique infantil em curso
Supervelocidade da TV
A supervelocidade não deixa tempo para refletir
A supervelocidade lesa a mente da criança
TV e destruição do senso crítico
TV, uma escola de imbecilização e de "analfabetismo funcional"
TV apresenta problemas impróprios para a psique das crianças
Impacto negativo das cenas eróticas e violentas
Pode degenerar em drogas
Estimula as reações primária
Visão mentirosa da vida e do estudo
Diminuição da capacidade de memorização
TV e escola, uma concorrência desleal
Fenecimento do vocabulário e da conversação
O professor, um espetáculo a mais
Decadência nos vestibulares
Perda do hábito da leitura
A TV e o cansaço nas crianças
TV no quarto: crime contra o cérebro infantil
A TV e a evasão para o irreal
Super-heróis,o contrário dos "contos de fadas"
O que se forma é o neo-bárbaro
A TV e a conaturalidade com o monstruoso e o horrendo
O sucesso escolar não interessa mais
Efeitos semi-hipnóticos da TV assemelham-se aos da droga
Na conclusão, um desafio e uma proposta
Notas

__________
OBS.: Agradeço ao leitor André Renato por esta digitalização. Que muitas almas sejam beneficiadas com mais leituras, pois uma coisa é certa: os resultados escolares estão na proporção inversa do número de horas passadas diante da televisão.

Um comentário:

Mateus Rodrigues disse...

Salve Maria. Aproveito o tema do livro para indicar esse documentário Norte Americano sobre os efeitos da Propaganda/Televisão sobre as crianças http://www.youtube.com/watch?v=plcVyx6V7ms; vale realmente a decisão de afastar esse aparelho de nossas casas.

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo