4 de junho de 2013

Pequeno Catecismo para Catequistas e para as Famílias

Padre Jacob Huddleston Slater
Doutor de Teologia e Filosofia Escolástica
Livro de 1924 - 364 págs


   Precisando formar também os catequistas, Pe. Jacob elaborou este Pequeno Catecismo Explicado. Cada lição consta de explicação, história bíblica, exemplo da vida, e um resumo em forma de poesia para ser cantado com melodias conhecidas.
Uma Palavra aos Colegas


   [...] Este método nasceu e cresceu das necessidades especiais, em que a maior parte do povo brasileiro e de muitos outros povos de língua portuguesa se encontra. Não fui eu, que a  inventei; foram meus alunozinhos que m’a inspiraram. Experimentem os Rmos. colegas e catequistas leigos só durante poucos meses e não quererão outro método. Experimentem [...] e a atenção dos seus alunos e a frequência que aumenta e os olhos luzentes, com que os pequenos ouvem, lhes dirão, que o método próprio para o nosso povo é este.

Em que pois consiste este método? Tem seis partes desiguais e que nem sempre se seguem na mesma ordem.
1. A História. Como na catequese dos apóstolos, que conquistou o mundo, e que está guardada nos evangelhos, proponho primeiro a doutrina em forma concreta, sempre ou quase sempre numa história bíblica. Esta não é escolhida como em outros métodos, que contam a história e a acomodam à doutrina. Não. Escolho na Bíblia aqueles trechos, que no seu sentido próprio contêm a doutrina, conto-os na forma a mais viva possível, mostrando a doutrina contida na história e pondo-a em relevo.
Não se trata aqui de prova escriturística: o catequista não precisa de provas; ensina em nome e com a autoridade divina da Igreja. Porém a criança depois poderá servir-se das palavras sagradas, que aprendeu contra suas dúvidas e contra as dúvidas de outros. 
2.  Explicação teórica. Depois de pôr assim a resposta decorada como conteúdo da historia bíblica, se ajunta uma exposição teórica tão breve, que a atenção das pequenas cabecinhas não canse, passando em seguida à
3.  Aplicação prática, tão desprezada na nossa catequese e contudo tão importante. Repito: experimentem e vejam a atenção dos pequenos moralistas. Os colegas acharão, que neste ponto as grandes obras modernas, que na França, Alemanha e América do Norte sobre pedagogia apareceram, foram aproveitadas.
4.  Uma comparação, imagem, parábola ilustra a doutrina e depois:
5.  Um exemplo da vida dos santos ou outro, que muitas vezes fixa melhor a doutrina na lembrança, principalmente dos menos dotados.
6.  Uma oração jaculatória ou outra fecha com unção a doutrina: Grande parte destas orações são indulgenciadas, o que não indiquei cada vez para não atrapalhar a preleção de quem menos bem sabe ler.
Das estampas catequéticas, que muito convém usar, não falo durante a explicação, porque isto incomodaria a leitura, quando esta se faz por pessoas menos instruídas. E quero que quem sabe ler, já entenda esta doutrina, e saiba fazer o catequista na sua família e na sua capela. Pois esta explicação [...] em primeiro lugar é para professores, zeladoras e outros catequistas leigos, que acham cada doutrina prontinha para ler ou para dizer decorada. Este último é mais trabalhoso, mas também muito mais proveitoso. As crianças atendem, quando se lhes fala, não quando se lhes lê.
E porque todas as famílias cristãs não tomariam uma meia hora cada domingo para ler em comum uma lição da doutrina? Os vigários que espalham este livro dispensam coadjutor! Este coadjutor de papel tem o dom de multilocação: nos Domingos está ensinando em muitas capelas remotas, onde só se encontra um zelador ou zeladora, que teve um ou outro ano de escola primária. Penetra como preceptor de casa até nas famílias, que pouco frequentam a Igreja.
Tijucas (Sa Catharina, Brasil)
O Autor

ÍNDICE
Uma Palavra aos Colegas
Da Salvação
De Deus
Da Criação
De Jesus Cristo
Da Igreja Católica
Da outra vida
Dos Mandamentos
Dos Sacramentos
A Missa
Da Oração

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo