4 de janeiro de 2011

Livro precioso onde encontra-se a consolação Reformatado

de São Francisco de Sales
Extraídos Dos Seus Escritos
Org - Pe. P Huguet S.M.
Livro de 1946 - 372 págs

   "São Francisco de Sales tinha um dom sublime de encaminhar as almas à perfeição, era este sobretudo seu dote particular. Neste livro precioso encontra-se a consolação que alivia tantos corações dilacerados e o conselho que encaminha tantas consciências timoratas."
   
   "Quem só pertence a Deus não se entristece nunca senão por ter ofendido a Deus, e a sua tristeza neste ponto consiste em uma profunda, mas tranquila e pacífica humildade e submissão, depois da qual se eleva para a bondade divina por uma confiança doce e perfeita, sem temor nem despeito. Quem só pertence a Deus, pensa muitas vezes Nele no meio das ocupações desta vida."


ÍNDICE


ADVTÊNCIA

PRÓLOGO

INSTRUÇÃO

LIVRO PRIMEIRO
Pensamentos Consoladores a respeito de
Deus, da Providência e dos Santos

I - Da inclinação que Deus tem para fazer-nos o bem
II - Do eterno amor de Deus para conosco
III - Da confiança em Deus no conhecimento das nossas misérias
IV - Deus deu-nos tudo com o seu Divino Filho
V - Como o Divino Salvador nos amou na sua Encarnação
VI - Como Jesus nos amou na sua Paixão
VII - Como é abundante a remissão do Salvador
VIII - Como Nosso Senhor pratica os mais excelentes atos de amor
IX - Deus pensa em nós e contempla-nos com amor, apesar de nossas fraquezas
X - Como o nosso doce Salvador nos amou a cada um em particular
XI - Amor de Jesus Cristo para com os pecadores
XII - Como brilha a misericórdia de Deus na conversão de São Paulo e de Davi
XIII - Como a misericórdia de Deus é grande na conversão do pecador
XIV - Como Deus está cheio de misericórdia para com os próprios condenados
XV - Excelência da confiança em Deus
XVI - Da conformidade com a vontade de Deus
XVII - Prática da conformidade com a vontade de Deus
XVIII - Deus é nosso Pai
XIX - É preciso servir a Deus, nosso Pai por amor
XX - Como Deus é ocioso do nosso Coração
XXI - Modelo admirável de perfeita confiança
XXII - Como é bom entregar-se à Providência
XXIII - Do temor e da esperança
XXIV - Da vontade perfeitamente resignada
XXV - O amor de submissão pelo qual nossa vontade se une ao gosto de Deus; sua prática pela resignação

LIVRO SEGUNDO
Pensamentos Consoladores nas
Provas da Vida Interior, nas Enfermidades da Alma e do Corpo, etc.

I - Máximas para perseverar na piedade entre as aflições
II - Donde vem o nosso mal ?
III - Modo de proceder nos trabalhos interiores
IV - Da perplexidade do coração que ama sem saber se é amado
V - Meio para conservar a paz de uma alma nas provações
VI - Pensamentos consoladores nas tentações
VII - Como devemos proceder nas tentações
VIII - Desconfiança e confiança nas tentações
IX - Remédio para as tentações contra a pureza
X - Como se devem combater as tentações contra a 
XI - Das tentações de blasfêmia e de infidelidade
XII - Como devemos proceder nas tentações do amor próprio
XIII - Das provas na oração
XIV - Do proveito espiritual que podemos tirar das nossas faltas
XV - Deve-se sofrer com paciência as imperfeições para chegar à perfeição
XVI - O justo cai e levanta-se sem notar
XVII - Como Deus ama os santos, apesar de seus defeitos e imperfeições
XVIII - Da boa e má tristeza
XIX - Como a tristeza é contrária ao amor divino
XX - Remédios para a tristeza má
XXI - Consolações nos sofrimentos
XXII - A cruz do bom ladrão
XXIII - As cruzes da Providencia são as mais agradáveis a Deus
XXIV - Quais são as melhores cruzes
XXV - A madeira da verdadeira cruz
XXVI - Pensamentos consoladores contra as maledicências e calúnias

LIVRO TERCEIRO
Pensamentos Consoladores nas
Doenças e Temor Excessivo da Morte

I - Consolações nas doenças
II - Como nos devemos aproveitar das doenças para nosso adiantamento espiritual
III - Das orações convenientes aos enfermos
IV - O livro das doenças e das almas aflitas
V - Dos doentes que não podem orar
VI - Não desejemos nem recusemos os alívios na doença
VII - Da paciência nas operações dolorosas
VIII - Como devemos perseverar na paciência
IX - Do temor excessivo da morte
X - Remédio contra o grande temor da morte
XI - Deus não nos abandona no momento da morte
XII - Deus não pode perder uma alma submissa à sua vontade
XIII - Sentimentos de S. Francisco de Sales à vista da morte
XIV - Não convém desesperar da conversão de nenhum pecador
XV Sentimentos de S. Francisco de Sales acerca do numero dos escolhidos
XVI - Da morte cheia de doçura dos predestinados
XVII - Motivos pelos quais os cristãos imperfeitos não devem temer a morte e podem até deseja-la
XVIII - Pensamentos consoladores acerca da rapidez do tempo
XIX - É preciso entregarmo-nos à Deus na vida e na morte

LIVRO QUARTO
Pensamentos Consoladores na
Perda de Parentes e Amigos

I - Como se deve chorar cristãmente as pessoas que perdemos
II - Consolações a uma pobre mãe acerca da morte de seu filho de tenros anos
III - A um pai acerca da morte de seu filho
IV - A uma mãe a respeito da morte de seu filho na guerra
V - A uma senhora - Consolações sobre a morte de seu pai
VI - Consolações a uma senhora a respeito da morte de seu marido
VII - Os lutos cristãos - Passamos como uma sombra.
VIII - Como uma viúva cristã deve chorar sou esposo.
IX - Da resignação
X - O agrado divino, única consolação dos aflitos
XI - Pensamentos consoladores sobre o purgatório
XII - Como é vantajosa a devoção para com as almas do purgatório
XIII - Como o pensamento do céu é próprio para nos consolar
XIV - Como será agradável para os pais e amigos conhecerem-se e conversar juntos no céu
XV - É preciso esperar ir para o céu

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo