18 de agosto de 2017

Fontes Franciscana III - Volume I

Edição em Comemoração dos 800 anos - 717 págs


Depois da Legenda "Assídua" e das que se lhe seguiram na Idade Média, muito se escreveu sobre o santo lisbonense, nomeadamente, a partir do século XVI, tanto em Portugal como no estrangeiro; porém, as obras vindas a lume, desde então até ao alvorecer de 1900, por repetitivas e mesmo, em numerosas, acrescidas de casos maravilhosos que a fantasia dos seus autores e, quiçá, a devoção popular, atribuíram ao incomparável Taumaturgo da Itália, França e Portugal, mereceram acre censura, entre outros, de Afonso Lopes Vieira, quando, em 1932, deu à estampa o seu “Santo Antônio - Jornada do Centenário”.
[...] damos a versão portuguesa das nove primeiras Fontes Agiográficas (séc. XIII-X IV) a fim de aperfeiçoarmos a imagem histórica do glorioso Taumaturgo, e também, a dos seus Sermões Dominicais e Festivos, que temos como a mais lídima "radiografia" de António de Lisboa, com a sua abundante e profunda Ciência Teológica e Mística ao serviço dos homens, quando perdidos pelos labirintos escuros do erro e do mal.
Neste volume, na sua Primeira Parte, oferecemos a tradução das cinco primeiras Fontes Históricas: A Bula do Papa Gregório IX , a Vida Primeira, o Oficio Rítmico, a Vida Segunda e o Diálogo.
Na Segunda Parte, damos a tradução dos seus Sermões Dominicais, desde a Septuagésima ao Domingo do Pentecostes.
Uma palavra final de homenagem e gratidão aos Tradutores das Legendas, à prestigiada  Editorial Franciscana e a quantos devota e generosamente colaboraram nesta publicação, com relevo mui particular, ao conceituado antonianista dos nossos dias, Frei Henrique Pinto Rema, OFM, a quem devemos a quase totalidade das Introduções às Fontes e a tradução dos  Sermões do proclamado “Doutor Evangélico ” pelo Santo Padre Pio XII em 16 de Janeiro de 1946.
A glória e louvor de Deus Altíssimo no Seu e nosso Santo Antônio de Lisboa, de Pádua e de "todo o mundo."

5 de agosto de 2017

Mais um Livro Raro!

Edição de 1936 - 145 págs


Excertos do Prefácio


[...] Um retrato possui tanto mais valor, quanto mais se parece ao original. Ora, na sua Autobiografia a Santa não só conta a sua vida com toda a simplicidade e sinceridade, mas retrata-se a si mesma tal qual era, e tal qual se via à luz do Espírito Santo. Esta última palavra diz tudo, e ninguém a deve esquecer jamais, sob pena de ser tentado a acusar a Santa, de exagerada e de falta de moderação nas suas apreciações pessoais.

25 de julho de 2017

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo